Cartório

O QUE FAZER SE O INQUILINO NÃO PAGAR O ALUGUEL?

O seguro fiança é uma opção que cerca de segurança um contrato de aluguel, é simples, pois não exige um fiador, mas sim, uma seguradora, que irá lidar com todas as questões burocráticas, principalmente se o inquilino não pagar o aluguel.

Se você possuir um seguro fiança, basta comunicar imediatamente a seguradora sobre o sinistro, ou seja a não pagamento do aluguel. A comunicação do sinistro de Fiança Locatícia é feita com o protocolo de documentos necessários em qualquer seguradora, sendo que você pode obter esses documentos facilmente.

O quanto antes o locatário acionar a seguradora melhor, pois assim, ela poderá agir com mais rapidez em relação ao que está ocorrendo. De maneira geral, se o inquilino continuar inadimplente, a seguradora vai arcar com o sinistro, pagando todos os débitos. Assim, ele passa a dever para a seguradora e não mais para ao dono do imóvel. Além disso, será emitida uma ordem de despejo, caso o inquilino continue sem pagar as dívidas. Ou seja, o seguro fiança acaba sendo uma segurança de recebimento do dinheiro, afinal, a seguradora irá pagar o débito, mesmo se o inquilino não o fizer.

O SINISTRO: DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA CONTACTAR A SEGURADORA O SINISTRO

Para informar o sinistro e dar andamento ao caso, você deve ter alguns documentos em mãos. De maneira geral, a seguradora vai solicitar:

  • Declaração de débitos assinada pelo locador/representante. Procuração ao escritório de advocacia e/ou advogado de escolha do segurado, ou cópia da peça inicial relativa a competente medida judicial protocolada em juízo (nesta situação, enviar os documentos do processo judicial para efeito dos adiantamentos mensais).
  • Boletos dos aluguéis vencidos e não pagos.
  • Cópia do IPTU não pago.
  • Boletos do condomínio não pagos, constando rateio e valores discriminados das verbas ordinárias.
  • Contas de consumo pendentes.
  • Dados bancários do favorecido para pagamento da indenização (banco, agência e conta corrente).

Assim, você acaba agilizando o processo de recebimento do dinheiro e evitando dores de cabeça.

NÃO TENHO O SEGURO FIANÇA E O INQUILINO E O INQUILINO NÃO PAGOU O ALUGUEL, O QUE EU FAÇO?

Se você não possui o seguro, a cobrança será feita para o fiador. Em uma ação de despejo, os custos de aluguéis atrasados e dos honorários advocatícios serão cobrados de quem será despejado e dos corresponsáveis (fiadores, retenção do cheque caução, e assim por diante). Mas, essa ação pode demorar um pouco, afinal, o inquilino terá 15 dias para pagar a dívida antes de ela ganhar prosseguimento, e ele será obrigado a sair do imóvel. No caso do não pagamento, o locatário terá 30 dias para desocupar o imóvel comercial ou residencial, desde que o juiz decida a favor do locador.

Como vimos, nos dois casos, você recebe o imóvel novamente, com o despejo do inquilino. No entanto, com o seguro fiança, o processo acaba sendo mais rápido, garantindo o pagamento de todos os débitos.

Fonte: Imóveis: pra comprar ou vender chame um corretor.

Autores: Rosemberg Pires e Tadeu Nascimento.