Criatividade

NADA É FÁCIL, TUDO É QUESTÃO DE MÉTODO.

Trazemos dos nossos avós algumas máximas fundadas na sabedoria popular. Uma delas é: “para tudo existe um jeito. Só não há jeito para a morte.” Essa frase de elaboração simplória, circula carregada de sabedorias.

Os antigos, certamente decodificavam ou traduziam os saberes dos grandes pensadores da humanidade. Essa história de que para tudo tem um jeito é um bom exemplo dessa tal sabedoria popular. Senão, vejamos:

O Discurso sobre o método, para bem conduzir a razão na busca da verdade dentro da ciência, é um tratado matemático e filosófico de René Descartes, publicado em Leiden, Holanda, em 1637, e constitui, ao lado de meditações sobre filosofia, a base da epistemologia do filósofo, sistema que passou a ser conhecido como cartesianismo.

Filósofo René Descartes.

O Discurso propõe um modelo quase matemático para conduzir o pensamento humano, uma vez que a matemática tem por característica a certeza, a ausência de dúvidas. Uma das mais conhecidas frases do discurso é: “Je pense, donc je suis“, citada frequentemente em latim – “Cogito ergo sum“; popularmente traduzida como: Penso, logo existo.

De tudo, conclui-se que pensar, resultará sempre em encontrar uma solução aos impasses; portanto, achar um jeito. O jeito – que não pode ser tomado como o famigerado “jeitinho brasileiro”, deve ser considerado como o método e para chegar a tal metodologia, há que se seguir alguns princípios e regras para finalmente habilitar-se a ganhar dinheiro ou qualquer outro fim.

Apenas trabalhar não é suficiente, é preciso conhecer-se bem, sobre forças e fragilidades, ter vontade de afiná-las, saber como fazer dada tarefa ou processo, além de dada qual razão para tal tarefa. Elucidando-se todas essas questões, pré requisitas para a edificação da metodologia, seu sucesso será apenas questão de tempo.

Fonte: Uma Idéia, Uma Imagem, Um Produto: Venda o que o seu Cliente Precisa.

Autores: Rosemberg Pires e Tadeu Nascimento.