Decoração

DICA ENGEXATA | Meu apartamento é pequeno, como decorar ?

Reforma inteligente revoluciona quitinete de 32 m²

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

Quanto menor a área, maior o desafio! A vida em poucos metros já é uma tendência, especialmente nas grandes cidades, e, nesse cenário, cada centímetro vale ouro – ainda mais nos casos dos banheiros pequenos. Conversamos com a designer de interiores Adriana Fontana, que costuma aventurar-se por pequenas metragens, para pedir algumas dicas de aproveitamento de espaço.

Ela falou sobre sua recente reforma, que transformou uma quitinete de apenas 32 m², em São Paulo, atribuindo ao imóvel uma ‘cara de apartamento‘, como conta à Casa Vogue. “A marcenaria e a nova distribuição do layout são os grandes diferenciais neste caso”, adianta Adriana. A obra deu as boas-vindas a um novo integrante, pois a proprietária casou e seu marido chegou para dividir o mesmo teto.

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

1.Dividir sem bloquear
“Os proprietários pediram que, de alguma forma, fosse feita uma divisão entre o quarto e a sala. Decidimos criar essa estante vazada, que separa sem bloquear totalmente. Serviu muito bem para não obstruir a luz natural e a ventilação, já que o apartamento só tem duas janelas e é uma sala pequena“, conta Adriana.
Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

2.Estante multifunções
“Desenhei a estante para atender a sala e o quarto ao mesmo tempo. A marcenaria permitiu, inclusive, um suporte giratório para a televisão. Assim, eles podem assisti-la tanto da cama quanto da sofá. Além disso, ela serve como um espaço de armazenamento e como mesa do pequeno home office. Resolvemos várias questões com um só móvel!”

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )
Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

3. Área de refeições retrátil
“Os proprietários queriam um espaço para comer e pediram que, se possível, ele ficasse na sala e não na cozinha. Criamos a solução da mesa que sai de um quadro da marcenaria. Depois, foi preciso resolver a questão de armazenamento dos acessórios e utensílios.”

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

“Quando se abaixa a mesa, são reveladas prateleiras internas, feitas para resolver tais quesitos. A primeira, no mesmo nível do móvel, reserva galeteiro, guardanapo, temperos, enquanto as superiores guardam os copos, pratos e xícaras. Assim que a estrutura é aberta, os moradores têm acesso aos itens que serão usados na mesa.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

4. Mobiliário multiuso
“Quando a mesa de refeições é fechada, as cadeiras não sobram no ambiente: colocamos uma delas voltada para a estante, no espaço do home office, e a outra vira criado-mudo, ao lado da cama.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

5. Equilibrar metragens
“A área de serviço era muito pequena e, o banheiro, grande. Por isso, reduzimos um pouco a primeira área e aumentamos a segunda. Assim, abrimos um espaço para a chegada da máquina de lavar e do tanque, que antes não existiam.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

6. Iluminação pontual 
“No quarto não existia espaço para uma luminária intimista. Por isso, apostamos nestes modelos embutidos no forro, com formato de bola, que permitem três opções diferentes de uso. É possível deixar as três acesas, só a maior ou só as duas pequenas.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

7. Atenção ao lifestyle
“A porta de entrada abria no sentido invertido do que é hoje. Antes, ela dava direto para a cozinha. Decidimos mudar a direção, para colocar, ali, bancada em L e o microondas, já que a moradora adora cozinhar. A configuração antiga não permitiria isso.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

8. Prateleira nas alturas
“Como ela é advogada, precisa de espaço para muitos livros, além de documentos. Tratamos, então, de criar prateleiras superiores no topo de três paredes, próximas do teto. O conjunto tem a mesma cor para não criar uma quebra visual.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

9. Armário suspenso no banheiro
“No banheiro, não temos só o gabinete, mas também um armário superior, com 10 cm de profundidade, que segue até o box. Com isso, o espaço de armazenamento aumenta. O móvel é espelhado e fizemos um detalhamento, na extremidade de baixo, que permite abrir as portas sem sujar ou marcar os espelhos.”
_____________________________________________________________________

Adriana Fontana (Foto: Adriana Barbosa / divulgação )

10. Sem cheiros pela casa
“Optamos por uma coifa potente, já que a cozinha não tem porta. Alguns apartamentos não têm essa saída para tal, mas existem algumas alternativas, como, por exemplo, as coifas eletroestáticas. Trata-se de um depurador que cumpre a mesma função. Apesar de custar um pouco mais, é uma alternativa boa.”

 POR LUISA CELLA; FOTOS ADRIANA BARBOSA / DIVULGAÇÃO

Fonte : http://casavogue.globo.com/Interiores/apartamentos/noticia